Helder Moutinho - "1987"

PT
Fiel ao seu espaço temporal de criação de um álbum por quadriénio, o fadista, compositor e letrista Hélder Moutinho regressa este ano às edições fonográficas com um álbum conceptual. Chama-se “1987” e na sua base estão poemas originais, criados de raiz por João Monge, Pedro Campos, José Fialho e o próprio Hélder Moutinho.
O novo álbum foi gravado durante o mês de Julho (2012), no Palácio do Marquês de Tancos, na Mouraria. Com Hélder Moutinho estiveram os seus cúmplices habituais: Ricardo Parreira (guitarra portuguesa), Marco Oliveira (viola), Fernando Araújo (baixo) e o produtor musical Frederico Pereira.
Fruto do seu amadurecimento como intérprete, compositor e criador de conceitos para os seus discos e espectáculos, «1987» conta quatro histórias independentes, cada uma delas composta por quatro poemas diferentes de cada um dos quatro letristas convocados para a escrita deste álbum e um post-scriptum que perfaz um disco de 17 temas na sua totalidade.
Todos eles inspirados em quatro contos originais, os poemas de Hélder Moutinho respondem ao mote – autobiográfico – «Os Dias da Liberdade» e os de Pedro Campos imaginam a vida da «Maria da Mouraria» enquanto os de João Monge contam «A História de Um Desencontro» e os de José Fialho relatam «O Luto de Uma Relação». Por fim, Fernando Tordo escreve uma canção de homenagem a Beatriz da Conceição “O Fado da Bia”.
Esta ideia refletiu-se na gravação de um disco num espaço que reúne excelentes condições ambientais e acústicas, fora de um estúdio convencional. No mesmo local realizaram-se todos os arranjos, as captações áudio, os vídeos e a sessão fotográfica.

EN
Once again remaining faithful to his habit of releasing one album every four years, the fado singer, composer and lyricist Hélder Moutinho is back in the recording studio this year with a concept album. The name of the album is 1987 and it is based on original poems written from scratch by João Monge, Pedro Campos, José Fialho and Hélder Moutinho himself. After the albums Sete Fados e Alguns Cantos (released at the end of 1999), Luz de Lisboa (2004) and Que Fado É Este Que Trago (2008), this new album was recorded in July at the Marquês de Tancos Palace in Mouraria. Hélder Moutinho was accompanied by his usual accomplices: Ricardo Parreira (Portuguese guitar), Marco Oliveira (guitar), Fernando Araújo (bass) and the music producer Frederico Pereira. The fruit of his own development as a singer, composer and creator of concepts for his albums and concerts, 1987 tells four independent stories, each consisting of four different poems written by the four lyricists who were asked to write songs for the album. In total, there are sixteen songs. Inspired by four original tales, Hélder Moutinho’s poems respond to the (autobiographical) motto Os Dias da Liberdade (Days of Freedom) whereas Pedro Campos’ poems imagine the life of Maria da Mouraria (Maria of Mouraria), João Monge tells A História de Um Desencontro (The Story of a Mismatch) and José Fialho depicts O Luto de Uma Relação (The After-Effects of a Relationship). This idea was reflected in the recording of the album in a space away from the traditional recording studio with excellent ambiance and acoustic conditions and where all the arrangements, audio recordings, videos and photo shoots also took place.

Buy It Now!